Marielle Franco vai dar nome a jardim no centro de Paris

A prefeitura de Paris anunciou a localização do projeto de um jardim suspenso na capital francesa em homenagem à vereadora brasileira Marielle Franco, assassinada em 14 de março de 2018.

O lugar escolhido pela Comissão de Denominação de Ruas de Paris é uma praça ao lado da Gare de l’Est, uma das principais estações de trem da cidade, informou no domingo 21 a agência RFI.

Anne Hidalgo, a prefeita da capital francesa, manifestou em fevereiro deste ano o seu apoio à intenção de dar o nome de Marielle a algum local de Paris, durante conversas com a ONG RED.Br – Rede Europeia pela Democracia no Brasil, a idealizadora do projeto inicial. O esboço da proposta foi aprovado no dia 1º de abril, pelo Conselho de Paris, diz o MSN.

Agora, o lugar escolhido na Comissão deve ser oficializado pelo conselho do 10° distrito de Paris, o bairro onde fica o futuro jardim, e depois pelo Conselho de Paris, que deve anunciar a decisão final no dia 11 de junho. Se aprovada, a inauguração do Jardim Marielle Franco deve ocorrer no próximo mês de outubro.

Em comunicado, o RED.br mostrou satisfação com a localização eleita. “É um belíssimo lugar, vivo, florido, aberto para os telhados de Paris. É onde a memória de Marielle nos convidará a reconstruir e construir sobre as ruínas, a cultivar a luta e a esperança”, escreveram as porta-vozes da organização.

Elas ainda postaram um vídeo do local que deve abrigar o jardim, citando Marielle ao afirmar que “as flores nascem no asfalto”. “Nas ruínas das cinzas, Marielle é semente”, mencionou a RED.br

A iniciativa do jardim faz parte de uma série de homenagens que a prefeitura de Paris vem fazendo à vereadora carioca desde a sua morte, em 14 de março de 2018. Naquele dia, Marielle Franco, vereadora do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), e o motorista do carro em que ela estava, Anderson Gomes, foram executados à tiros no bairro da Lapa, centro do Rio de Janeiro.

No mesmo mês, Anne Hidalgo comandou a instalação de um grande retrato de Marielle na fachada do prédio da Prefeitura de Paris. A prefeita também postou ativamente em sua conta no Twitter a respeito da morte da política brasileira, cobrando avanços na investigação do crime.

22/04/2019

(Visited 3 times, 1 visits today)